quinta-feira, 15 de outubro de 2009

Temos metas. E agora?

A cidade de São Paulo assumiu uma meta de redução de emissões de gases de efeito estufa de 30% até 2012, a Assembléia Legislativa de São Paulo assumiu uma meta estadual de redução de 20% para 2020(tendo o ano de 2005 como referência) e nos próximos dias o governo federal deve anunciar a meta brasileira, a ser defendida na COP-15. Ok, estamos dando um passo à frente. A grande questão agora é, mais que ter metas, integrar as políticas públicas para atingi-las. Essa questão não pode ficar restrita às "secretarias do meio ambiente". Mais que um item novo no rol de promessas políticas, a construção da chamada economia de baixo carbono exige uma revisão geral do pensamento político-econômico.