segunda-feira, 12 de outubro de 2009

Gorilas, elefantes e a COP-15

Não faltam questões a serem discutidas em Copenhage, em dezembro. Mas cada vez mais surgem detalhes curiosos dos efeitos das mudanças climáticas sobre a natureza. Ian Redmond, embaixador das Nações Unidas para o Ano do Gorila, defendeu que a preservação de gorilas e elefantes na África entre nas discussões dos países durante a COP-15. Segundo ele, a estimativa é de que gorilas e elefantes do continente dispersam por dia cerca sete bilhões de sementes. Eles têm, portanto, papel chave na preservação das florestas africanas, que ajudam a absorver dióxido de carbono, principal gás de efeito estufa.