terça-feira, 17 de novembro de 2009

De onde vem sua comida?



Fim de semana na praia, na casa de amigos em Bertioga-SP. Eu e minha mulher, que somos preocupados com a questão ambiental, fomos a um novo supermercado Pão de Açúcar, na Riviera de São Lourenço. Voltamos comentando como o lugar é mais bonito e tem mais variedade de produtos do que o mercado antigo que existia ali, incluindo muitos importados de qualidade difíceis de achar até na capital. E ouvimos da nossa anfitriã, a jornalista Cláudia Liz: "É. É bonito, mas eu gostava mais do mercado antigo. Ele tinha produtos que pareciam ser todos da região".
Bingo! Ela havia acabado de usar um dos conceitos mais eficientes em termos socioambientais. Se preocupar com o local de origem daquilo que você compra, especialmente alimentos, ajuda a reduzir o impacto ambiental(com menos gastos em transporte, armazenagem, etc.) e promove a economia local, beneficiando famílias e produtores da região. Algo que só demonstra que ter preocupação ambiental não significa apenas ter hábitos novos. Quer coisa mais tradicional do que comprar frutas, verduras e legumes na feira-livre mais perto da sua casa? E apesar de muita coisa vir do Ceasa e talvez ter origem no outro lado do país(ao menos nas feiras de São Paulo), é muito mais provável que ao comprar na feira você esteja adquirindo parte da colheita de um produtor da sua região.
Ou seja, por mais "antenado" que você se considere com a questão ambiental, ter atitudes socioambientalmente mais justas é um exercício diário e constante de aprendizado. É fácil a gente se deslumbrar com um mercado bonito, bem iluminado, com produtos sofisticados. Mas a nossa feirinha humilde, na rua mais próxima, pode no fim ser uma opção bem melhor para as compras...
Se quiser ler mais sobre o assunto, sugiro um texto que saiu no último encarte da Folha de S.Paulo com matérias retiradas do "The New York Times". O título do texto é Mesmo espinafre deixa pegada de carbono
Infelizmente, o link só acessível para quem é assinante da Folha. Mas pelo título tenho certeza que você chegará ao texto através de um mecanismo de busca.